Eneva S.A.
  • Setor Energia
  • Negócio Antiga MPX energia, originalmente parte do Grupo X do Eike Batista

Objetivo

• Íntegra foi contratada em Setembro de 2014 como assessor financeiro exclusivo da Eneva para analisar, planejar e implementar a reestruturação de sua dívida.

Projeto e escopo

•  A Íntegra assessorou o management e o Conselho de Administração da Eneva na análise, estratégia e negociação do reperfilamento das dívidas com bancos e fornecedores (aproximadamente R$ 10,5 Bi), tanto antes como após o pedido de Recuperação Judicial;

•  Coordenação com o management da Eneva e dos seus assessores jurídicos para o protocolo do pedido de Recuperação Judicial em Dezembro/14;

•  Participação ativa no processo de Recuperação Judicial, incluindo interações com os principais stakeholders (acionistas e credores), em um esforço que culminou na aprovação do Plano de Recuperação Judicial da Eneva.

Solução

• A estratégia envolveu protocolar o pedido de Recuperação Judicial somente na holding (dívidas da ordem de R$ 2,5 bilhões);

• As subsidiárias operacionais da Eneva (2,2 GW de capacidade em quatro termelétricas movidas a gás e três a carvão), não protocolaram pedido de Recuperação Judicial, com seus passivos (aproximadamente R$ 8,0 bilhões) renegociados individualmente;

• O Plano de Recuperação Judicial proposto apresentava redução de 60% da dívida, por meio de uma combinação de haircut (20%) e conversão de dívida em equity (40%), além de um reperfilamento do saldo remanescente (4 e 8 anos de carência de juros e principal, respectivamente), e um aumento de capital de R$ 3,0 Bi;

• Em Abril de 2015, mais de 80% dos credores da Eneva aprovaram o seu Plano de Recuperação Judicial.